Deserto do Atacama: dicas e recomendações (todo viajante deve saber)

Nossa intenção nesse post é dar alguns lembretes necessários para aqueles que vão ao Atacama pela primeira vez. É preciso estar minimamente preparado. Já estive em outros desertos, como o Sahara, e considero o Atacama mais complicado pela sua altiture e extrema aridez. Vamos dar também dica de hospedagem lá. Existem muitas opções de hotéis boutique em San Pedro do Atacama, cidadezinha que serve de base para quem visita o Deserto do Atacama, no Chile. Apesar de não ter me hospedado num hotel assim, procurei um hotel de qualidade e com diferencial, onde pudesse ter o máximo de conforto já que a região de Atacama às vezes pode ser um pouco inóspita. Da mesma forma, existem diversas ofertas de passeios na região, das mais variadas agências. Para começar a montar um roteiro e planejar uma viagem a esse lugar exótico, seguem algumas dicas sobre onde ficar, o que levar, cuidados ao reservar passeios e etc.

SANY2466
San Pedro do Atacama

 

mapa
Mapa turístico da região

 

Onde se hospedar

Escolhi o hotel La Casa de Don Tomás, localizado próximo à rua principal, na Calle Tocopilla, e número 11 no ranking do Trip Advisor dos hotéis de Atacama. Não fica coladinho a rua principal do vilarejo, mas dava para ir à pé até lá tranquilamente. É um lugar refinado, com uma piscina providencial para o calor que faz em Atacama, jardins e lounges para relaxar muito agradáveis, e aquele cenário do deserto que nos dá a sensação de estarmos vivendo uma pequena aventura.

SANY2483
Fachada da La Casa de Don Tomás

 

SANY2704
Piscina do hotel

 

terrazas1_jpg_1024x0

As acomodações são excelentes. Muito espaçosas, há opções com cama king, mobília de qualidade e muito confortável. Não há televisão do quarto, algo comum nas redondezas. O banheiro também é muito bom. Um quarto que oferece todo o necessário durante a estada na cidade.

Reserve seu hotel facilmente, veja aqui várias opções de hospedagem Booking.com

Banner Booking.com

matrimonial-super-king-1
Quarto double com cama king: conforto em Atacama

 

spa-julio-09-102_jpg_1024x0
Detalhe do salão do café da manhã

O hotel é cheio de recantos. Como divulguei esses dias no perfil do Le Touriste no instagram, uma das delicadezas do Don Tomás é oferecer aos hóspedes duas garrafas d´água por dia. Algo fundamental no deserto que é um dos mais áridos do mundo. Vemos bastante pessoas enfrentando problemas de saúde por causa da altitude, cerca de 2.400m acima do nível do mar, e do clima extremamente seco.

SANY2717
Lounges ao ar livre no Don Tomás

 

SANY2710
O hotel é todo feito de tijolinhos

Cuidado com a reserva de passeios

Além disso, o hotel Don Tomás dá toda assessoria necessária para os passeios que são feitos, com informações e pacotes, e colocam à disposição dos turistas que saem bem cedo para os tours um compacto café da manhã que vem num pacote bastante prático. Verifique com o hotel escolhido se oferecem tours para os principais passeios. Na rua principal de San Pedro, existe uma infinidade de agências que vendem tours para todas as atrações locais. Umas mais baratas que as outras, mas nem todas são de qualidade. É preciso pesquisar bem antes pela internet, avaliando através das opiniões de outros turistas, para decidir qual escolher, e preferencialmente não escolher uma em cima da hora já em Atacama.

SANY2459
Rua principal de San Pedro

 

SANY2580
Artesanato local

 

Recomendações e o que levar

A época em que fui era verão, então fazia bastante calor durante o dia e não havia muita queda na temperatura à noite, não foi preciso um casaco pesado para isso.  As recomendações aqui são as mesmas que em lugares como Cusco, no Peru: nos primeiros dias de viagem devemos fazer tudo bem devagar para não nos cansarmos rapidamente. Usar bastante protetor solar (o sol é muito forte) e repelente sempre ajuda, beber bastante chá de coca para não estranhar a altitude e beber muita água de um modo geral.

ATENÇÃO:

Quem achar mais recomendável consultar um médico antes de viajar, existe um remédio contra o mal de atitute que ele pode prescrever e é preciso tomar 2 dias antes de desembarcar na cidade, para ir aclimatando o organismo antes de chegar ao destino.

Um item primordial para quem tem pele mais sensível: traga um ótimo hidratante porque a aridez realmente “arrebenta” a pele. Um sapato confortável e resistente será extremamente importante para os passeios. Além de um bom chapéu para ajudar a proteger da forte insolação.  Alguns passeios chegam a 4.300m, portanto é fácil imaginar o quanto essas precauções são importantes.

SANY2575
Chá e balas de coca podem ser encontrados em qualquer lojinha

 

SANY2590
Chapéu, calça e tênis confortáveis a caminho do Vale da Lua

.

Viaje protegido, faça a cotação do seu seguro aqui na Real Seguro Viagem

logo-REAL-seguro-viagem

Três passeios imperdíveis

Para alguns passeios a lugares mais altos e que são feitos logo nas primeiras horas da manhã, é necessário uma roupa bem quente e apropriada, como é o caso da visita aos gêiseres. Ou durante o passeio que mais gostei, que foi o seguinte:

(1) Tour Astronômico. Feito à noite, obviamente, faz um frio mais gostosinho nessa época, e a atmosfera é mágica. Um parque de super telescópios no meio do deserto que nos permite observar todo o céu durante a explicação privilegiada de um astrônomo. Vemos constelações, planetas, estrelas cadentes, nebulosas…fantástico! Veja no site da Spaceobs detalhes desse passeio e como reservar.

(2) Termas de Puritama. Para lugares tranquilos e deliciosos como as Termas de Puritama tudo o que você precisa é um biquíni, canga e um par de chinelos! É muito gostoso ficar relaxando e tomando sol ali, nesse lugar bem diferente com água quentinha e cor de esmeralda. Não esqueça o protetor solar!

 (3) Laguna del Cejar . É uma lagoa onde a gente boia sem fazer esforço! É o mesmo que acontece no Mar Morto, devido a salinidade concentrada no local. Além do biquíni, é bom ter à mão uma toalha e garrada d´água tanto para beber quanto para tirar o sal da boca e do rosto após se banhar. Como a quantidade de sal ali é muito grande, é bom lavar ao menos o rosto para não sensibilizar a pele. As agências costuma servir um refrescante Pisco Sour quando os banhistas saem da lagoa.

Termas de Puritama

 

SANY2564
Laguna Cejar

Transfer

É importante saber que os voos chegam de Santiago a Calama, e não diretamente em San Pedro. De lá é preciso contratar um traslado até San Pedro de Atacama, que fica a cerca de 3 horas do aeroporto. Próximo ao aeroporto de Calama há terminais de ônibus, para quem não for de transfer até a cidadezinha. Para pegar um taxi até esse terminal, é preciso desenbolsar cerca de 5.000 pesos chilenos. Considero o transfer a melhor opção, pois essas 3 horas de viagem em pleno deserto são bem cansativas e monótonas. Para mais informações e para programar seu roteiro detalhadamente, visite o site www.sanpedroatacama.com


Rodapé posts 2

 

 

Anúncios

25 comentários em “Deserto do Atacama: dicas e recomendações (todo viajante deve saber)

    1. Não muito mas eu praticamente sempre levo repelente em viagens que tem contato com a natureza.
      Um lugar que fui recentemente e me surpreendi por não precisar do repelente foi Lençóis Maranhenses. Quer dizer, na dúvida se tem muito ou não, recomendo sempre levar!

      Bjs!

  1. Muito legal seu post sobre a viagem ao Atacama!
    Iremos (eu+esposa) em março 2016 e vou usar suas dicas como um roteiro!
    Obrigado por compartilhar!
    Antônio Carlos Pavanato – Bauru SP

      1. A minha intenção maior além de conhecer o deserto, é fazer fotos noturnas da via láctea!
        Gostaria de receber informações, se é tranquilo andar com equipamentos fotográficos por lá, se corro algum risco (assaltos) e se existe agências específicas para esta atividade!
        Já que você me permitiu, estou abusando da sua ajuda!
        Obrigado e desde já agradeço por me auxiliar!

  2. Super tranquilo Antonio, pode levar seu equipamento. O tour astronômico é ótimo pra isso, pois uma agência leva com toda segurança e estrutura até um parque de super telescópios. O guia especializado, um astrônomo, explica com toda calma o que estamos vendo no céu super estrelado, tanto a olho nu quanto pelas lentes. Como o parque é afastado, dá pra ver bem o céu, acredito que com uma boa câmera e tripé vc vai fazer fotos lindas!

    1. Obrigado!
      Vou tentar seguir o seu roteiro e se possível um tour astronômico com alguma agência que devo ainda pesquisar!
      Tenho alguma experiência com fotos noturnas (https://www.flickr.com/photos/acpavanato/) e esta será a minha oportunidade de melhorar meus resultados e conhecimentos deste tipo de fotografia!
      Muito obrigado e vamos nos falando!

  3. Ola, Mônica, seu Blog é supimpa, rsrs. Mônica sou um cara de 65 anos, já tenho alguma experiência naquelas áreas, tipo Uyuni, La Paz, Peru. O meu receio é se os passeios em Atacama requer muitas caminhadas, deslocamentos a pé. Estou pensando em ir em julho com meu filho de 23 anos. Será que dou conta?
    Grande abraço e parabéns.
    Alencar

    1. Oi Francisco! Tudo bom? Acredito que dá conta sim porque os deslocamentos são feitos de carro (4×4), e chegando nos locais turísticos você anda um pouco aqui e ali, mas é tranquilo e é bom mesmo andar devagar. O que incomoda mais é o calor e aridez, por isso é muito importante beber muita água sempre. Estando bem hidratado já facilita se sentir bem nos passeios. Claro que existem alguns tour que sao trilhas mais pesadas, e tem um tour de subida a um vulcão que exige muito preparo. Esses não fiz porque confesso que não são meu perfil. Ah! Outra coisa importante é não marcar nenhum passeio um pouco mais puxado nos 2 primeiros dias, porque é qdo o corpo está de aclimatando a altitude. Acho que vc e seu filho vão ter uma linda viagem juntos! Qualquer outra coisa que eu puder ajudar é só falar. Abraços e obrigada!

  4. Ola Mônica, mais umas perguntinhas, você acho que é necessário contratar o transfer de Calama para San Pedro com antecedência? ou chegando no aeroporto encontro transporte com facilidade? Gostaria também que vc me desse alguma dica sobre agência, já que são muitas.
    Mais uma vez obrigado e sucesso.
    Alencar

    1. Oi Francisco,
      Tudo bom?

      Acho melhor contratar transfer com antecedência sim. No aeroporto de Calama até tem gente oferecendo mas achei o aeroporto um tanto tumultuado. Portanto, acho que fica mais tranquilo já tendo acertado o transfer, agência, valor.
      Quanto à indicação de agência, você pode procurar a Flavia Bia Expediciones, email: contato@flaviabiaexpediciones.com
      Veja com ela os tours que a agência oferece. Diga que meu blog indicou!

      Abraços!

      1. Ola Monica, eu aqui de novo, agora estou às voltas com a contratação de passeios. encontrei uma empresa com preços bem convidativo, mas vende pela internet e não encontro nenhuma referencia da mesma. É a Denomades.com, por acaso tem alguma informação da mesma.
        Mais uma vez obrigado,
        Alencar

      2. Oi Francisco, bom dia! Essa agência não conheço. A que sei que é muito boa, com õtimas referências e várias pessoas que usaram os serviços recentemente é a Flávia Bia Expediciones. O site dela é esse mesmo nome, lá tem as informações dos tours e contato.

        Abraços!!

    2. Oi Francisco!
      Estive no início de março/2016 por lá, e recomendo que vc contrate o transfer no aeroporto de Calama mesmo! Eu contratei os serviços da TRANSVIP – É super fácil e prático além do que a empresa é extremamente competente! Outra facilidade, ao contratar o transfer de ida até San Pedro de Atacama, você já deixa acertada a volta, o que facilita em muito, pois é uma coisa a menos para se preocupar ao retornar!

  5. rsrsrsrs as perguntas que eu tinha já foram respondidas aqui! Mas sempre fica alguma coisa para saber, por exemplo, a temperatura agora em julho. Sabe se faz muito frio nessa época, ou lá é mens por ser deserto? Como tem as termas, não sei se em julho daria para ir.
    Te agradeço se puder me informar.

    Abraços
    Renato

    1. Olá Renato, obrigada pela visita.
      Sim faz frio, mas como você disse, não tanto quanto o resto do Chile nessa época. Principalmente à noite é quando você vai precisar de muitos bons casacos.
      Sobre as termas, a água é aquecida, então, embora eu não tenha ido ao Atacama nessa época, acredito que você vai conseguir aproveitar as termas sim.

      Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s