Como usar o transporte em Buenos Aires

Buenos Aires, capital da Argentina, é uma das cidades preferidas dos brasileiros para passear. Por vários motivos. É perto do Sul e Sudeste do Brasil, é mais barata do que nossas principais capitais e tem ares europeus que atrair muitos os turistas, é inegável. A Argentina de um modo geral oferece boas opções de passeios, por isso os brasileiros costumam ir tanto para lá. Nós mesmos já fomos 4 vezes para lá, duas vezes só no ano passado. Para circular bem por lá e tirar o melhor proveito da cidade, vamos dar algumas dicas de Como usar o transporte em Buenos Aires.

colagem
Parque Palermo e Puerto Madero, em Buenos Aires

Transfer do aeroporto para cidade:

Quem vai a Buenos Aires precisa saber que a cidade conta com dois aeroportos. Então, ao escolher o voo, atenção para o aeroporto de desembarque. O principal, Ezeiza, fica bem distante da cidade, cerca de 40km. Todos os taxis que vão e voltam do aeroporto cobram um valor fixo, não funcionam pelo taxímetro. Em fevereiro de 2015 o valor cobrado era de 40 dólares. Há ainda a opção de pegar o ônibus especial da empresa Tienda Leon, cujo ponto e bilheteria ficam no próprio aeroporto, pagando  cerca de 130 pesos (aproximadamente 44 reais) , e desembarcar no Puerto Madero. Esse ponto pode não ser perto de onde se está hospedado, mas pegando um taxi a partir do porto para o hotel, o valor a pagar cai bastante. Já o Aeropark Newberry fica próximo da cidade propriamente dita, em frente ao Rio da Prata. Dali para o centro da cidade são uns 7km, então vale a pena pegar um taxi.

Reserve seu hotel aqui pelo Booking.com

booking-com

Ônibus:

Há vários pontos de ônibus, ou colectivos em espanhol, pelas ruas. Com mais de 150 linhas, o ticket é comprado pelo sistema self service dentro do próprio ônibus. São adaptados para pessoas com necessidades especiais. O valor da tarifa varia de acordo com a distância, que é calculada na hora do embarque. Através do site http://mapa.buenosaires.gov.ar/ é possível consultar qual rota seguir.

Taxi:

São fáceis de identificar, já que a cor dos carros é preta e amarela. Dentro da cidade são uma opção bastante usada, pode pegar em qualquer lugar, como no Brasil, e funcionam através de taxímetro.

Subte – De metrô pela cidade:

O metrô de Buenos Aires, chamado de Subte pelos moradores,  é um dos mais antigos da América do Sul, portanto, as linhas atendem bem a população e turistas. Ao reservar seu hotel, procure se informar se fica próximo de alguma estação, isso vai facilitar bastante. Uma curiosidade: a estação mais antiga da América Latina é a Caballito, na linha A, datada de 1913. Muitos vão até lá para conhecer já que o vagão ainda é como antigamente. É divertido andar nesse trem. Funcionamento das 5h30 até 23h. Para consultar as linhas e tarifas, acesse http://www.metrovias.com.ar/

À pé:

Também é perfeitamente possível se locomover à pé por vários pontos da cidade. No centro da cidade tudo é feito à pé mesmo, inclusive muitas ruas são de pedestres. E em bairros como a Recoleta ou Palermo, os principais parques ficam nessa região, assim como algumas das atrações mais populares de Buenos Aires, como a escultura da Floralis Generica  e o Malba. Com um mapa na mão chega-se facilmente a esses pontos.

Faça seu seguro viagem aqui pelo Real Seguros

realseguro


Rodapé posts

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s