africa, África do Sul

Como é o safari no Londolozi Private Game Reserve | África do Sul

Um dos motivos que mais nos motivou a nos hospedar no Londolozi Private Game Reserve, na África do Sul, foi a qualidade dos games drives oferecidos. Game drives são os safaris fotográficos em que um ranger e um tracker levam os visitantes para ver de perto os animais selvagens nas reservas africanas. No Londolozi, são oferecidos luxury safaris, que estão incluídos na diária. Mais de um é realizado por dia, dessa forma, os hóspedes têm muito mais chances de ver todas as espécies de animais da reserva. Foi o que aconteceu conosco nos diversos safaris que fizemos com eles, onde vimos inclusive os chamados Big Five. Esses cinco animais (leão, leopardo, rinoceronte, búfalo e elefante) ganharam esse apelido dos caçadores de antigamente. Ao contrário do que muitos pensam, eles não têm esses nomes devido ao seu tamanho, e sim por serem considerados os mais difíceis de serem caçados (ainda bem). No Londolozi, é praticamente certo que o visitante irá conseguir ver e ficar bem perto deles. Confira como é o safari no Londolozi Private Game Reserve.

Londolozi Private Game Reserve

Durante a hospedagem no Londolozi Private Game Reserve, estão incluídos dois safaris por dia. A programação oferece também, além da expedição, um coffe break e um happy hour. Muito bem organizado e com uma estrutura incrível, tudo é feito com muita segurança e conscientização. Afinal, o Londolozi é um modelo de ecoturismo, então podemos observar os animais sem interferir no habitat deles, respeitando a natureza.

Londolozi Private Game Reserve

Natureza essa que é extremamente rica nessa reserva animal que fica dentro da Sabi Sand Reserve, no limite do Kruger Park. O rio Sabi passa por dentro da reserva, onde vivem inúmeras espécies. Fique atento a tudo, pois além de grandes e imponentes animais, nas reservas africanas vi os pássaros mais lindos, alguns maiores e ágeis, outros pequeninos, coloridos e delicados.

 

Game Drive ao nascer do sol

O primeiro game drive, ou safari, é realizado de manhã bem cedinho. Mesmo quem não gosta de madrugar vai se empolgar com esse passeio. É uma aventura fascinante. Sair com os guias num jipe aberto, com conforto, segurança, e a estrutura necessária para esse tipo de atividade, nos faz sentir muito seguros. Um detalhe curioso é que em cima do capô do carro, dentro de uma capa, um rifle fica guardado para algum caso de necessidade. Por volta das 4h30, 5h da manhã somos acordados, nos encaminhamos para o salão do café da manhã para um lanche leve antes de partir, e colocamos um casaco corta vento para proteger do frio da manhã. O grupo de no máximo 6 pessoas, além dos guias, vai junto em um jeep e em poucos minutos já estamos no meio da imensidão da savana.

Nascer do sol no Londolozi

A partir daí tudo é surpresa. Não há como saber quais animais vamos ver. O ranger, especializado e com anos de treinamento, vai seguindo adiante procurando os lugares onde ele sabe que os animais costumam marcar seu território. E o tracker fica atento procurando pegadas na estrada. Outros guias em outras áreas da reserva, que é enorme – 34 mil hectares – se comunicam com eles, dando pistas de onde alguns animais foram vistos recentemente. Assim, o ranger nos leva até o local indicado, aumentando nossas chances de vê-los.

 

No Londolozi também encontramos diversos antílopes
Aves de todos os tipos e todas as cores

 

Leões devorando um búfalo

Foi o que aconteceu logo de manhã cedo. Chegamos no local onde um grupo de mais de 6 leoas e jovens leões tinham acabado de caçar um búfalo e estava literalmente devorando o bicho. Foi a cena mais impressionante que presenciei. Nosso jipe chegou perto dos leões, mantendo uma distância segura já que o momento em que eles estão se alimentando é delicado. Vimos toda a ferocidade do rei da selva, é impressionante. Difícil pôr em palavras exatas um momento como esse.

Leoas e jovens leões devorando um búfalo

Quando a maioria deles se deu por satisfeitos, uns começaram a caminhar devagar, passando bem pertinho do nosso veículo, outros deitaram para descansar, e uma mamãe leoa aproveitou para dar um “banho de língua” no filho. Como não ficar fascinada em presenciar algo assim?

Descanso após o almoço dos leões e o momento em que ele passou perto do nosso veículo

 

 

Como no Londolozi vivemos fortes emoções a todos momento, logo depois de nos afastarmos desses felinos, nos deparamos com outro. Uma cheeta, a única da reserva. Foi muita sorte, já que os guias disseram que é difícil conseguir vê-la.

A cheeta é um dos felinos mais difíceis de ver na reserva

Ainda no caminho, muitos búfalos e impalas, hipopótamos, javalis e zebras. O passeio é bem descontraído e a explicação do ranger prende nossa atenção o tempo inteiro. Quando o sol já está firme, é feita uma pausa para um lanchinho. Café, chá, o licor Amarula, que pode ser servido puro ou com café, ou ainda, com chocolate quente, que foi a forma que escolhi provar. Biscoitinhos completam esse momento único em que descemos do carro e ficamos ainda mais integrados à natureza ao redor.

Pausa para o café

 

Safari com pôr do sol no final

Depois de uma manhã incrível, retornamos para o lodge para um café da manhã farto. Com o tempo livre, temos diversas opções de lazer e atividades dentro das instalações do Londolozi. Aulas de ioga, spa, piscinas, estúdio fotográfico etc. É também durante esse período que o almoço é servido.

+ Como é a hospedagem no Londolozi Private Game Reserve

O próximo safari sairia perto do fim da tarde, e ficamos ansiosos aguardando seu início. Os safaris são opcionais, o hóspede não precisa fazer todos que são oferecidos durante a estadia, mas não vejo como deixar passar uma oportunidade dessas. Eu nem senti as horas passarem, tamanho era o fascínio em estar de frente para animais selvagens.

Zebra com um passarinho pousado em cima dela
Gnus, uma espécie de boi
Ficamos bem pertinho dos elefantes

Partimos então novamente dentro do jipe. Fomos em setembro, quando a temperatura começa a esquentar, então À tarde não foi necessário usar casado. Dessa vez, saímos com um objetivo certo, rever a leoparda que tínhamos avistado mais cedo. Esse foi outro momento muito afortunado, pois a leoparda Mashaba tinha tido 3 filhotes há poucas semanas, então ela estava cuidando deles quando estivemos no Londolozi. Uma das coisas mais lindas que já vi. O ranger parou o jipe perto de uma grande pedra, que foi o lugar de abrigo encontrado pela leoparda. Ela tinha acabado de caçar um animal pequeno para alimentar os filhotes, que ao que parece estavam comendo carne pela primeira vez. Em um certo momento, uma hiena-malhada, o maior predador de todos, se aproximou. Rapidamente a leoparda se preparou para o ataque e ficou alerta, rugindo e impedindo a hiena de chegar perto dos filhotes.

Leopardo no Londolozi Private Game Reserve, África do Sul
Leoparda pronta para o ataque
A hiena à espreita

Para os pequenos felinos, tudo era aprendizado, e eles alternavam momentos de brincadeira uns com os outros, com tentativas de cortar a carne do animal abatido, e ainda mamando o leite de mãe. Na minha opinião, os felinos são os mais lindos animais, o que rendeu diversas fotos.

Mashaba amamentando seu filhote
Filhotinho de apenas seis semanas de idade
Mashaba com seus três filhotes

Depois de mais de uma hora ali (não dá vontade de ir embora!), continuamos pelas estradas da savanas onde vimos também girafas, búfalos, crocodilos, hipopótamos e elefantes com seus filhotes. Para completar, só faltava ver os rinocerontes. Já tínhamos visto rinocerontes brancos dentro do Kruger Park. Dessa vez, avistamos dois rinocerontes pretos. Foi nesse momento, enquanto o sol começava a ser pôr, que descemos do carro para o happy hour.

Pôr do sol no Londolozi Private Game Reserve

Isso mesmo, descemos do carro com dois rinocerontes bem próximos do grupo! Os guias nos passam muita segurança, então, em nenhum minuto tivemos receio. Ao contrário, foi um momento perfeito, contemplar o pôr do sol brindando com espumante, ao lado de um grupo de pessoas sensacionais, em plena savana africana, e em harmonia com a fauna local. Nós bebemos e jogamos conversa fora, enquanto os rinocerontes pastavam tranquilos na deles. Um fechamento perfeito para um safari inesquecível, que foi infinitamente melhor do que eu poderia imaginar.

Rinocerontes pretos no Londolozi Private Game Reserve
Nosso happy hour no pôr do sol com o ranger Andrea

Confira o vídeo do  safari e curta o Le Touriste no Facebook:

.

ORGANIZE SUA VIAGEM AQUI PELO BLOG:

    Faça seguro aqui pelo Real Seguro

seguro_viagem_geral_300x250

    Reserve hotel aqui pelo Booking.com

booking-com

Compre aqui Chip Pré Pago Easy Sim 4U

Alugue carro no Brasil e exterior pelo Rentcars

 

Anúncios

2 thoughts on “Como é o safari no Londolozi Private Game Reserve | África do Sul”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s