Copa do Mundo Rússia 2018: cidades sede

A Copa do Mundo da Rússia 2018 está se aproximando e serão 11 sedes, com 12 estádios diferentes, sendo dois deles em Moscou, a capital do país.

Copa do Mundo da Rússia 2018

Além da famosa capital do país, Moscou, a Fifa e o Comitê Organizador Local (COL) optaram por escolher cidades importantes como São Petersburgo, a segunda maior da Rússia, e Kazan, por sua importância histórica. Também na seleção, Sochi, famosa por ter abrigado a Olimpíada de Inverno de 2014. Entre as cidades, uma curiosidade. Caliningrado é a única cidade separada no território russo, sem uma conexão direta, pois é um istmo localizado entre a Polônia e Lituânia.

Moscou, palco da abertura e final do Mundial

O principal estádio da Copa do Mundo Rússia 2018 será o estádio Luzhniki, em Moscow, capital russa. Esse é o maior estádio da Copa, com capacidade para 81 mil pessoas. Ele vai receber o jogo de abertura, uma semifinal, uma oitava de final e mais três jogos da fase de grupos. E no dia 15 de julho ao meio dia, o estádio sediará a grande final da Copa do Mundo da Rússia 2018.

Copa do Mundo Rússia 2018: cidades sedes

Zabivaka, o mascote

Para atrair ainda mais visitantes, um lobinho simpático é o mascote da Copa do Mundo de 2018. Seu nome é Zabivaka, que tem um significado mais do que apropriado: “aquele que sempre faz gols”.  Esse tipo de um lobo é típico da Sibéria, a região mais gelada da Rússia.

Copa do Mundo Rússia 2018: cidades sedes
O mascote Zabikava

+ Clique e conheça as cidades sede da Copa do Mundo Rússia 2018

.

ORGANIZE SUA VIAGEM AQUI:

Faça seguro aqui pelo Real Seguro

seguro_viagem_geral_300x250

Reserve hotel aqui pelo Booking.com

booking-com

Compre aqui Chip Pré Pago Easy Sim 4U

Alugue carro no Brasil e exterior pelo Rentcars

Venda de tickets online

Anúncios

4 thoughts on “Copa do Mundo Rússia 2018: cidades sede

  1. Carlos R.Soares disse:

    Seu post hoje sobre a Rússia está muito bom, bastante informativo e interessante. Pode-se dizer que seu blog “também é cultura”.

    1. Monica Barros disse:

      Claro, viajar é aprender sempre mais!

Deixe uma resposta