Tudo o que você precisa saber para viajar para o Marrocos

É comum as pessoas terem muitas dúvidas antes de viajar para países como o Marrocos, no norte da África, onde a cultura e costumes são diferentes dos ocidentais. Em países mulçumanos, há ainda mais dúvidas por parte dos viajantes, principalmente das mulheres. É importante sim se informar bem antes de programas uma viagem para destinos assim.

colagem1

Porém, no caso do Marrocos, não há nada com o que se preocupar. Esse é um dos países de tradição mulçumana mais abertos a outras culturas, talvez devido a sua ocupação francesa durante muitos anos, já que o Marrocos esteve sob o protetorado da França por um período. Então, sua viagem para lá não vai ser tão diferente quanto em outros países, mas certamente poderá ser mais fascinante.

O que é preciso saber antes de ir:

Precisa de visto?

Brasileiros não precisam de visto para visitar o Marrocos.

Qual melhor cidade de “entrada”?

Diversos voos partem de Lisboa ou Barcelona para o Marrocos, chegando via Casablanca ou Tanger. A partir da Espanha, também é possível ir através de ferry.

Vacinas

Não é preciso tomar nenhuma vacina especial para viajar ao Marrocos. É interessante saber que o país tem fronteiras naturais que ajudam a conter epidemias, já que de um lado tem o oceano (Atlântico e Mediterrâneo) e do outro tem a barreira de dunas de areia do Deserto do Sahara. No entanto, sempre recomendo a viajantes que procuram destinos nos mais variados cantos do planeta estar com a carteirinha de vacinação em dia. Destinos populares como a Grécia por exemplo, exigem a vacina de Febre Amarela.

Idiomas

São três os idiomas oficiais do Marrocos: árabe, francês e berbere. Por ser um povo de cultura altamente misturada devido às influências que sofreram, os marroquinos costumam falar até cinco idiomas, como o espanhol que é bem comum. Não é difícil a comunicação com guias e povo local. Uma dica, quando estiver em algum mercado ou loja e o vendedor estiver insistindo para que leve algo (coisa muito comum por lá), não adianta começar a falar em português com seu companheiro/a de viagem dizendo para saírem rapidamente dali pois os marroquinos na sua maioria entendem nossa língua! Se for falar algo que não queira que eles ouçam e entendam, vá para um cantinho conversar ou fale bem baixinho rs

Acomodações típicas

No Marrocos, uma das coisas que não se deve deixar de fazer é ficar hospedado em um Riad. É um tipo de acomodação típica, que na realidade costumavam ser casas de moradores locais. O que o turista encontra são construções belíssimas, com arquitetura moura delicada e fascinante, belos jardins, pátios internos sempre fresquinhos e sempre com uma fonte d´água para criar um ambiente relaxante. Existem Riads mais simples e outros mais luxuosos, mas todos são super charmosos. Muitos têm spas e piscina, como os que conhecemos, e quartos românticos que não dão vontade de sair. Vale a pena conhecer!

Religião

O Marrocos é um país mulçumano e como tal abriga algumas das mais belas mesquitas que valem a pena visitar e admirar sua arquitetura (pelo lado de fora, já que não mulçumanos não podem entrar). Mas não é por ser mulçumano que irão te obrigar a participar de qualquer tradição religiosa. Admirar de longe o chamado para a reza que acontece todo dia em diversas cidades é interessante de se observar.

Vestimentas

Um item importante para as mulheres, que acham que terão que ir vestidas dos pés à cabeça para o Marrocos. Nada disso. Como os próprios marroquinos me disseram, eles não estão nem aí para como ocidentais e turistas se vestem. Não é para menos, o Marrocos tem uma grande tradição em comércio, portanto, o marroquino comerciante está mais interessado em estimular o turismo e não a fazer esse tipo de controle. Você verá praticamente todas as mulheres marroquinas com lenço na cabeça e uma calça jeans ou legging por debaixo do vestido normal. Mas as turistas podem andar como costumam fazer em seus países. Obviamente, não custa nada ter bom senso, como devemos ter em qualquer país que visitamos, e procurar se vestir adequadamente, sem mais nem menos. Procurei levar vestidos fresquinhos e longos, que eram muito confortáveis para passear durante o dia. À noite, uma bela pashmina não só compõe o visual e protege de um vento mais friozinho, como pode tornar mais adequado o look para sair às ruas quando estiver indo jantar.

Clima

Nos meses de primavera e verão faz calor durante o dia, bastante calor. À noite o clima fica mais fresquinho, bem agradável. No inverno as noites podem ser bem frias. Nas montanhas do Atlas costuma nevar, algumas até tem atividades de esqui.

Transporte

Há voos entre as cidades, como Casablanca e Marrakesh, e trens também. Dentro das cidades, o negócio é andar de taxi mesmo (dentro das Medinas, para conhecâ-las melhor sem se perder, contrate um guia local). A tarifa dos taxis não são careiras, mas é preciso combinar com o motorista o valor antes de embarcar.

Deserto & Praia

Sim o Marrocos é conhecido por seu deserto mas também tem diversas praias, já que tem um costa litorânea em quase toda sua extensão. Dependendo das cidades que for visitar, você irá precisar levar vários tipos de trajes.

Bebidas alcóolicas

Por ser um país mulçumano, não é comum encontrar bebida alcóolica nos estabelecimentos, sendo até mesmo proibido em alguns lugares. Porém, em alguns hotéis servem vinho, inclusive o vinho produzido lá mesmo no Marrocos.

Comida

Aproveite para saborear os pratos típicos, sempre com uma linda apresentação. A comida não é exótica, não há nada muito incomum a se experimentar. O chá é servido constantemente e é uma delícia. Esse é um hábito que eles sempre oferecem aos visitantes e é uma ótima forma de congraçamento.

Diversão

O Marrocos é na realidade um país que possui algumas cidades muito frequentada pelo jet set internacional. Portanto, a diversão para quem gosta de baladas à noite é garantida. Especialmente em Marrakesh e Tanger, onde há diversos bares com lounges elegantes e sofisticados, música ao vivo, DJ´s, gastronomia de primeira e gente interessante.

Riqueza x pobreza

Assim como o Brasil, o Marrocos é um país de grandes contrastes. Ao mesmo tempo que a maioria de suas cidades apresenta uma grande pobreza e a população não vive nas melhores condições (já o Rei do Marrocos vai muito bem, obrigada), nas cidades turísticas encontramos lugares nababescos de cair o queixo, tamanha beleza e riqueza. São palácios e hotéis suntuosos, onde a arquitetura enche os olhos. Mesmo que não se hospede em um hotel ou resort assim, vale a pena conhecer algum não só para admirar a plasticidade do lugar, como aproveitar para passar algumas horas nos belos jardins. O Marrocos tem jardins muito bonitos.

Dúvidas sobre o passeio ao Deserto do Sahara

Muitos leitores nos perguntam sobre esse passeio, se é possível fazer em 1 dia ou 2, sobre o clima. Para saber mais detalhes sobre a logística, leia nosso post completo sobre Como passar uma noite no Sahara

Para reservar seu tour no Marrocos e Sahara com nossa agência parceira Viagens em Marrocos, envie email para: letouristeblog@gmail.com


bio-rodape-atual

Anúncios