Brasil, São Paulo

Roteiro pelo Centro Histórico de São Paulo, incluindo Farol Santander

 

Valorizar nossa história, nosso passado. Mesmo nas grandes cidades, alguns marcos dos séculos passados que fizeram parte na nossa construção ainda resistem e podem ser visitados.

Nós adoramos visitar esse tipo de atração e sempre que podemos programamos passeios assim Ainda mais que, infelizmente, esses locais históricos não são bem preservados no Brasil, como nos mostra o triste exemplo do Museu Nacional no Rio de Janeiro. Então, aproveite quando tiver a oportunidade de conhecer casarões, museus e cidades que tem um rico passado.

A sugestão de hoje vai nesse embalo com um Roteiro pelo Centro Histórico de São Paulo incluindo o sensacional Farol Santander, confira abaixo esse circuito que pode ser todo feito à pé.

Roteiro pelo Centro Histórico de São Paulo

Catedral da Sé – Um dos maiores cartões postais da capital paulista. Sua origem data de 1589 quando começaram a construir uma igreja matriz da vila São Paulo de Piratininga, o local onde a cidade havia sido fundada. A Catedral tem estilo neogótico e foi totalmente restaurada em 2002. Uma pena que os arredores dessa área de São Paulo não seja muito bem preservada. Mas a riqueza histórica é imensa.

A Sé tem ainda mais um motivo para visita-la, o Brunch na Catedral. É um evento que ocorre mensalmente na igreja para angariar fundos para a preservação e revitalização deste cartão-postal paulistano. Cada edição conta com um cardápio especial preparado por um chef convidado

End: Praça da Sé, sé

Solar da Marquesa de Santos – Esse casarão no Centro de São Paulo foi por onde começamos nosso passeio histórico. Ele é importante na história da cidade por dois motivos, foi casa da famosa amante de D. Pedro I, Domitila de Castro, conhecida como Marquesa de Santos.

E também por ser a única casa à base de taipa de pilão que restou de pé na cidade. A famosa moradora dessa casa viveu ali entre 1834 e 1867.

Hoje em dia, o solar funciona como sede do Museu da Cidade de São Paulo e abriga em seus dois andares exposições sobre a história do crescimento da capital e também exposições culturais temporárias.

End: Rua Roberto Simonsen, 136

Pátio do Colégio – Provavelmente o mais conhecido e um dos mais importantes sítios arqueológicos de São Paulo, foi onde a cidade foi fundada sobre a colina Piratininga em 1554, pelos jesuítas que vieram em missão sob ordens da Coroa Portuguesa.

Ali, eles rezaram a primeira missa local e deram início a catequização dos índios. Atualmente, o Museu Anchieta funciona no prédio do Pátio do Colégio onde são organizadas visitas guiadas à cripta que guarda parte da construção original. Quando visitamos tivemos o privilégio de conferir a linda exposição Amar e Viver São Paulo, com obras de Nilda Luz e pudemos ver também os restos mortais de Anchieta mantidos na capela.

Além do passado histórico, o Pátio do Colégio esbanja charme no Café do Pateo, uma área ao ar livre com mesinhas simpáticas onde podemos apreciar a parede original de taipa de pilão.

Não deixe de provar o famoso pão do Pateo, uma receita exclusiva de São José de Anchieta.

End: Praça Pateo do Collegio, 2

+ Mini Guia de São Paulo

+ 6 parques em São Paulo para curtir ao ar livre

Farol Santander – Uma das mais recentes atrações de São Paulo, põe na programação porque é imperdível.

O prédio, que fica a poucos passos do Mosteiro de São Bento, foi reformado mantendo toda a sua estrutura. Inspirado no Empire State Building de Nova York, é um dos prédios mais altos da cidade, e no topo há um mirante que permite avistar toda a capital. Também no último andar funciona um café e restaurante charmoso.

Para visitar o Farol Santander é necessário agendar a visita pelo site, pois filas bem grande têm se formado principalmente nos finais de semana. O ingresso é bem barato e lá dentro, o visitante encontra diversas atrações.

 

Dentre elas, um andar dedicado a contar a história do prédio que funcionava como uma agência do Banestado e várias outras exposições temporárias. Uma das que mais nos empolgou foi a Trem das 11, sobre Adoniram Barbosa.

Espalhadas em dois andares, a exposição é bastante rica, divertida e interativa. Quem não conhece esse famoso cantor de rádio de décadas de 50 e 60 certamente conhece algumas de suas músicas, como Tiro ao Alvaro e a própria Trem das 11. Vale muito a pena a visita ao Farol.

End: Rua João Brícola, 24

Mosteiro de São Bento – Localizado no Largo de São Bento, sua construção data de 1910. É muito bonito, quando entramos na nave principal então, ficamos maravilhados com a arquitetura, afrescos e vitrais. Uma obra belíssima. Os primeiros monges beneditinos chegaram ao Brasil em 1598. A história do Mosteiro inclui fatos marcantes, como já ter hospedado o Papa Bento XVI.

O Mosteiro beneditino guarda ainda algumas ótimas surpresas além do coral de canto gregoriano. Um concorrido brunch é servido aos domingos, concorrido mesmo. É preciso reservar com mais de um mês de antecedência de tão bom e caprichado que é.

Além disso, é tradição dar uma passada na padaria do mosteiro, que fica no interior da igreja. Localizado perto da porta de entrada, guarda delícias irresistíveis. Bolos caprichados como o de café, chocolate e conhaque, bolinhos pequenos ótimos para dar de presente, pão de mel de chocolate com recheio farto de damasco e pães.

A padaria já ganhou fama própria e atrai muitas pessoas em busca dessas gostosuras.

End: Lago de São Bento, 48

Mercado Municipal – Já que o passeio é pelo centro de São Paulo, nada melhor do que finalizar com o tradicional pastel ou sanduíche de mortadela do Mercado Municipal.

Um dos locais de maior tradição na capital, amado por paulistas e pessoas de todo o Brasil, o prédio histórico conta com praça de alimentação no segundo andar e no térreo vários corredores com boxes vendendo frutas, temperos, embutidos, bacalhau, azeitonas, castanhas e muito mais. Nos finais de semana os restaurantes ficam disputados, alguns com filas bem grandes.

Tudo isso para comer aquele que é considerado um dos melhores sanduíches do país, bem como o pastel. Já estive várias vezes e realmente o pastel, especialmente o de carne, é muito bom. Mas o cardápio dos bares e restaurantes não se limita só a esses dois itens, as opções são bem variadas, incluindo refeições completas. É um programa autenticamente paulista perfeito para fazer no fim de semana.

End: Rua Cantareira, 306

*Nossa dica é chegar até o centro de São Paulo utilizando o Uber. Desça na Praça da Sé e inicie o roteiro. De lá, é só seguir à pé de um ponto a outro. As distâncias são muito curtas, cerca de 5 minutos andando de uma atração a outra.

Roteiro pelo Centro Histórico de São Paulo, incluindo Farol Santander

Onde jantar: Bacalhau Vinho & Cia

Depois desse giro pelo centro histórico de São Paulo, uma boa pedida é ir jantar num restaurante que também tem esse clima tradicional com história pra contar, ainda nas proximidades dessa região central.

Nós fomos ao Bacalhau, Vinho e Cia, considerado um dos melhores restaurantes portugueses da capital. Há 40 anos ele mantém a qualidade e atrai um público fiel. Localizado no bairro da Barra Funda, área que já se destacou na cena cultural e que foi onde figuras como o escritor Mario de Andrade nasceu e viveu, ele fica próximo da Lapa. O bairro era a porta de entrada de muitos imigrantes italianos no século retrasado, foi nele que surgiu o Palmeiras (clube que antigamente se chamava Palestra Italia). Curioso notar que mesmo numa região de forte ligação com a cultura italiana, um restaurante de culinária portuguesa se firmou e virou referência no bairro.

Os pratos – todos especialidades da culinária portuguesa – são muito bem servidos. E olha, o bacalhau é bom mesmo. Podemos dizer sem medo de exagerar, é para comer rezando. Num clima típico com ares da terrinha, as entradinhas podem ser o couvert, com azeitonas portuguesas, berinjelas, torradinhas, e claro, os infalíveis bolinhos de bacalhau. Tem em duas versões, o tradicional e o bolinho de bacalhau com queijo.

Já para o prato principal nossa escolha foi o Bacalhau às natas. Irretocável. Pena que pela foto não dá para sentir, mas estava muito bom mesmo. A travessa chega fumegando à mesa. Divino!

Um prato para apreciar com calma, em meio a uma boa conversa com o maitre da casa, que tem ótimas histórias ara contar. E também acompanhado de um bom vinho. O Bacalhau, Vinho e Cia. tem o cuidado de oferecer uma vasta gama de excelentes rótulos à preços bem justos, que é para que todos escolham o vinho pela sua qualidade e não pelo preço.

Já nas sobremesas, das muitas escolhas possíveis, foi uma felicidade constatar que o pastel de nata não deixa quase nada a desejar ao original em Lisboa. Com açúcar e canela para completar, foi aprovado.

E o que dizer do vinho do Porto que fechou nosso jantar? Tão bom que nem senti que estava bebendo, caiu como uma luva.

A qualidade do cardápio e atendimento, a maestria nos pratos servidos e a ótima carta de vinhos fazem jus a toda merecida fama do restaurante. Fica a dica!

End: Rua Barra Funda, 1067
.

ORGANIZE SUA VIAGEM AQUI PELO BLOG:

Faça o seguro viagem aqui 

Reserve hotel pelo Booking.com

booking-com

Compre aqui chip Internacional 

Confira ofertas de Passagens Aéreas

Alugue carro no Brasil e exterior com Rentcars

Compre ingressos para principais atrações do mundo


Anúncios

Um comentário em “Roteiro pelo Centro Histórico de São Paulo, incluindo Farol Santander”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s